Este caso mostra como uma empresa especializada na importação e vendas de matérias-primas globais otimizou seu estoque, priorizando os clientes mais vantajosos sem deixar de atender as demandas e pedidos.

Uma empresa especializada em matérias-primas desejava otimizar seu estoque e melhorar sua entrega de materiais. O principal problema estava na entrega de barras de aço para seus clientes uma vez que, é especializada em atender pedidos customizados.

Como os pedidos muitas vezes são especiais e únicos, a empresa precisa ter um controle de estoque e logística muito específico para evitar desperdício de material por atraso ou cancelamento de entregas. Principalmente por ter pedidos singulares ou, que devam atender normas e legislações bem específicas.

O problema

A organização vinha enfrentando problemas de vendas e falta de controle de estoque, pois, quando recebe um pedido feito por um cliente em potencial, o vendedor tinha muita pouca margem de decisão e controle. Como o estoque não era gerenciado de forma correta, nem sempre era possível confiar nos dados que eram exibidos na tela.

Outro fator que contribuía para a dificuldade na decisão era quanto ao recebimento já que a empresa recebe material de todo o mundo e que muitas vezes, já estava comprometido com outro vendedor em outra venda.

Unificar esse sistema de controle de entrada e saída era vital para continuidade do negócio. Uma venda que atrasasse a entrega ou um projeto poderia por em risco a reputação da empresa no mercado ou acarretar em uma desistência de venda por falta controle também leva a prejuízos.

Por fim, faltava uma boa análise de custo benefício entrem pedidos para analisar quais a empresa poderia priorizar aumentando sua margem de lucro.

Objetivos.

  • Controle em tempo real do estoque;
  • Melhor análise para custo & benefício;
  • Análise efetiva da cadeia empresarial.

Solução encontrada

Com os problemas e objetivos definidos pela empresa, ela pôde concentrar esforços na solução dos seus problemas e desenvolveu um sistema de suporte a decisões com análises de cenário utilizando a técnica ‘e-se’.

Indo além e expandindo o projeto, a organização unificou o sistema de apoio a decisão com o setor de planejamento estratégico para maior embasamento das decisões de negócio.

Com o sistema funcionando no ambiente melhoras organizacionais passaram a ser percebidas, como:

  • Melhor análise dos custos de logísticas;
  • Decisões baseadas em cenários possíveis para entender o comportamento de uma escolha;
  • Otimização do fluxo de matérias-primas com controle em tempo real sobre a mercadoria;
  • Otimização dos resultados;
  • Gestão eficiente

Conclusão

Este caso de estudo reforçou como sistemas de apoio a decisão não tão sofisticados como os que possuímos ainda são de grande valia para os negócios.

O desenvolvimento de um sistema mais compacto de DSS permitiu um grande salto qualitativo na gestão de estoque e tomada de decisão com as entregas priorizando os melhores compradores, tudo isso com análise de cenário.

Outro ponto que destacamos dentro do caso foi a união do operacional com o planejamento utilizando o sistema de apoio para embasar com dados técnicos os planos dos gestores para futuros investimentos da empresa.