O setor médico se tornou uma indústria de bastante transformação nos últimos anos, sendo uma das áreas que mais avançou no mundo. Toda essa transformação esta embasada, é claro, sob os avanços tecnológicos das últimas duas décadas.

Aproveitando essa transformação e o boom da medicina moderna, uma das maiores fornecedoras de insumos médicos, tecnologias relacionadas incluindo as que estão revolucionando o setor de exame de sangue e hemostasia decidiu adotar a ciência de dados e análises estatísticas para aumentar ainda mais o desempenho do negócio.

A EMPRESA

Instrumentation Laboratory é uma desenvolvedora e distribuidora de produtos manufaturados relacionados a reagentes e gerenciamento de dados voltados para tratamento e prevenção de doenças.

Com foco na inovação extrema, alcançaram a liderança do setor no que tange a entrega de hemostasia e exames de sangue complexos e assertivos, com eficiência e foco no bem estar de seus clientes e pacientes.

CASO

A I.L (Instrumentation Laboratory) na condição de líder do mercado, tinha um desafio à sua frente: aproveitar dos avanços tecnológicos para se manter relevante e consolidar sua posição perante seus concorrentes.

Sem perder a qualidade que lhe garantiu esta posição e, focar na rápida evolução dos seus processos internos, estava claro que uma guinada para uma cultura de dados extremamente analítica precisaria ser implementada.

Por ter um grande repositório interno de dados e uma compliance e gestão destes mais rígida, a base para um bom projeto seria permitir que seus engenheiros e cientistas de P&D pudessem acessar e analisar esse vasto armazém para monitorar seus processos e cadeia, desde a fabricação até a distribuição.

Assim como em diversas empresas mundo afora, o que faltava em seu corpo de colaboradores eram bons analistas, além deste fator, se tornava inviável e demorado, pela grande quantidade, pedir para o setor de T.I e só após o P & D analisar; o acesso à dados precisava ser mais democrático e distribuído.

O primeiro passo foi a elaboração de uma sofisticada análise de dados. Esta precisava ser capaz de atender a complexidade que a indústria pede, uma vez que falha em exames, por exemplo, poderia ser fatal.

Todos estes dados são coletados através de cartões de análises que podem sofrer com os mais diversos tipos de variação, desde as ambientais até de fabricação, seja falha ou por peças com defeito.

Por todo este fator de risco em jogo, a empresa precisava de uma solução que pudesse atender a três requisitos:

  1. Fosse robusta o suficiente para processar toda a coleta de dados; o que estamos falando de milhões de registros.
  2. Capaz de entregar uma solução de inteligência ágil capaz de resolver qualquer problema.
  3. Monitoramento constante que fosse capaz de disparar alertas automaticamente, ao menor sinal de problemas emergentes.

Com base nestes requisitos, a I.L decidiu adotar a plataforma de dados da Microsoft, o SQL Server junto com uma ferramenta de análise de dados fornecida pela Dell, chamada de Statistica.

SOLUÇÃO

Com uma certa dificuldade de encontrar no mercado uma solução que fosse capaz de atender seus requisitos de análise e tendo descartado diversos softwares de análise, a Instrumentation encontrou na parceria com a Dell a solução ideal para o seu negócio.

Contendo uma ampla gama de configurações, segurança, nível de confiabilidade necessário, facilidade na implementação e contendendo em seu hall de ações alguns parâmetros que permitiam uma pré-configuração que facilitava e ganhava tempo e produtividade, a solução escolhida por unanimidade foi a Dell Statistica.

Outro fator que foi determinante para a escolha deste software, segundo o gestor do projeto, foi a facilidade no uso e por não precisar de grandes programadores para uso e criação de análises dentro do programa.

Por ter uma interface de fácil utilização e que entregava análises de qualidade, em menos de uma hora, o aplicativo ganhou o coração dos usuários sendo amplamente adotado em todos os setores da organização.

RESULTADOS

Com o Statistica em pleno funcionamento, os analistas e cientistas passaram a ter análises a todo instante sem precisar pedir ao setor de T.I, garantindo a continuidade da tradição da empresa que é: qualidade e inovação.

Como os cartões de coleta são extremamente sensíveis e podem danificar facilmente, desperdiçar um lote de cartões por qualquer falha representaria um prejuízo de alguns milhões, nesse aspecto, o software e suas análises estatísticas ajudaram a reduzir drasticamente o número de cartões e consequentemente, prejuízos financeiros!

Através da associação de dados históricos e atuais análises estatísticas os pesquisadores conseguiam correlacionar todo tipo de falha possível na produção de cartão e com isso, corrigir o problema evitando desperdício de lote.

Maior automatização dos processos de produção e detecção. Agora, o próprio software rodava de tempos em tempos algumas rotinas e qualquer que fosse a alteração, alertas eram emitidos para os responsáveis verificarem o motivo dos alarmes.

Além destes, benefícios avançados que o Statistica trouxe para a empresa podem ser destacados abaixo, e foram:

  1. Conformidade regulatória – a empresa passou a atender todas as leis regulatórias que a FDA exigia quando o assunto é qualidade e consistência, de forma rápida e por diferentes provas de eficiência.
  2. Consistência garantida – agora, todos os padrões de análises passaram a ser adotados de maneira uniforme pela organização, permitindo aos cientistas que façam as mesmas análises independente do local ou setor que trabalhem.
  3. Monitoramento ativo da cadeia de suprimento – como a I.L possui parcerias com grandes distribuidoras, o Statistica passou a analisar e ajudar a otimizar as entregas garantindo maior capilaridade do produto, aumentando os clientes.
  4. Produtividade aumentada – com a diminuição em larga escala de rotinas manuais permitindo que mão-de-obra fosse alocada em outros processos, a empresa experimentou um grande aumento de produtividade dos colaboradores e economia de tempo, principalmente no que se refere às conformidades regulatórias.
  5. Aumento de insights por parte dos analistas – certas análises passaram também a ser automatizadas pelo software, o que resultou numa melhor alocação de recursos e melhora na elaboração de exames e otimização de resultados.

Outro ponto importante a destacar é que mesmo sendo mais independente da T.I, agora ela se tornou ainda mais importante para manter essa estrutura funcionando. O setor passou a focar em outros aspectos do negócio, como por exemplo, manter a estrutura otimizada para entregar os dados que serão analisados cada vez mais rápidos.

CONCLUSÃO

Este foi um caso em que no ano de 2016, a ciência de dados mostrava sua importância para as organizações que conseguissem sucesso em implementar esse tipo de solução.

Com automatização, melhora de processos, adequação prática e ágil as normas regulatórias e independência e agilidade nas entregas de análises por parte dos responsáveis, a empresa agora tinha bastante tempo e recurso para alocar em descobertas de novas fontes de recursos e inovação.

O software da Statistica por ser prático e fácil de utilizar, garantiu um salto qualitativo absurdo na modernização e consolidação da Instrumentation Laboratory como líder do setor e inovação.

Hoje se tornaram referência quando o assunto é análises clínicas, hemostasia e química fina voltada para clínicas.

Link para o site da organização, aqui!