É perceptível que o varejo eletrônico cresce a cada dia, empilhando porcentagens de crescimento mês a mês, movimentando a economia e atendendo aos mais variados desejos dos clientes.

O grande problema é que todo crescimento traz aventureiros em busca de ganhos rápidos e fáceis, vendendo produtos de baixa qualidade, enganando clientes, entregando produtos falsos, isso quando entregam e etc. 

Com o objetivo de tornar o setor mais atrativo e seguro, além de se tornar um canal de vendas em que os clientes podem confiar, a Google lançou no início deste mês um recurso chamado Shopping Scorecard. Um programa que visa garantir maior segurança e confiança do varejista na internet, tornando a relação cliente x loja mais confiável.

Nos tópicos abaixo, vamos entender como funciona e seus benefícios.

SHOPPING SCORECARD: O QUE É E COMO FUNCIONA.

O objetivo de todo selo de qualidade garantido pelo fornecedor é mostrar que aquela loja eletrônica possui sistemas e processos de segurança que atendem as exigências daquele órgão. No Brasil nós temos o selo EBIT/NielsenIQ que premia, ano após ano, os melhores varejistas do setor.

De olho nessa questão de confiabilidade e proteção entre loja  e o consumidor, surge o Shopping Scorecard que promete ajudar os donos de e-commerce a entregar maior experiência de compra e segurança.

Para conquistar esse selo de qualidade, existem alguns critérios que as lojas devem cumprir com a fornecedora para exibi-los em seus produtos. Porém, são necessárias duas ações básicas, antes de se “eleger” para tal. São elas.

  1. Ter a loja integrada no Google Merchant Center.
  2. Ter a opção “Compre no Google” ativa.

Depois de ter concluído essa integração, o próprio Google irá começar a avaliar a experiência de compra dos clientes no Merchant Center, atribuindo uma espécie de Ranking para sua loja e, dependendo, lhe dará o selo.

Algumas das experiências, segundo a documentação, são:

  • Velocidade na entrega dos produtos.
  • Custo do frete.
  • Custo de devolução.
  • Velocidade na devolução.

Dependendo de como sua loja está performando na experiência de compra do cliente, há três tipos de atribuição de classificação.

  1. Excelente.
  2. Comparável.
  3. Oportunidade.

NOTA: é de extrema importância que todas as informações necessárias da loja estejam devidamente visíveis para os consumidores e avaliadores. Se, por exemplo, houver o valor do frete, mas não o tempo de entrega, é possível que sua avaliação fique em branco e isso impeça o recebimento da classificação daquele produto.

Exemplo do selo de confiança exibido no produto.

É importante destacar que o programa não tem nenhum caráter punitivo, desde que sua empresa não viole nenhuma política de segurança ou uso da ferramenta Google Merchant.


Se a sua marca não atender nenhum requisito de qualificação para o programa, a princípio, não mudará em nada na sua exibição ou processo de compra dentro da plataforma, porém, terá um selo de garantia a menos. O que pode pesar na percepção dos clientes.

Se quiser ler mais a respeito e conhecer melhor o programa, acesse esse link.

DADOS E MAIS DADOS: MELHORA NAS DECISÕES COM DATA-DRIVEN

O Google Merchant é uma ferramenta gratuita que permite o cadastro dos produtos e exibição como resultado de pesquisa pelos clientes.

Como a cultura de dados já dominou todo o mercado, a empresa decidiu melhorar mais a vida dos varejistas entregando novas ferramentas para melhor tomada de decisão. Agora será permitido a obtenção de melhores análises de dados e visualização de métricas, como:

  • Tráfego total.
  • Impressões.
  • Taxa de conversão.

Todas estas melhorias serão sem custo adicional, mostrando que a empresa está empenhada em melhorar o ecossistema de e-commerce global.

Novo painel de visualização e análise de dados do Google Merchant.

Outro ponto extremamente positivo para os usuários é o Price Insights Tools. Que irá monitorar a performance de preços de um produto e dar insumos necessários para ajuste e reajuste de acordo com a demanda de mercado.

Claro que a decisão final caberá ao vendedor e a sua política de preços adotada. Porém, será mais uma ferramenta tecnológica que garantirá vantagem competitiva para aqueles que souberem explorar a análise de dados e extrair as melhores ideias deste recurso.

Performance de preços ao longo de um período e sua margem de lucro.

Veja que a ferramenta fará um benchmark de mercado e sugerirá qual o valor adequado para o seu produto, cabendo adoção ou não! Sem dúvidas, será de grande valia para aqueles que sentirem dificuldade na hora de ajustar seus preços.

Análise de performance de preços, sugestões e benchmark de mercado.

CURVA ABC DINÂMICA: SAIBA QUAIS PRODUTOS PERFORMAM MELHOR

Por fim, mas não menos importante, a última melhoria listada para o Google Merchant será um monitoramento e entrega de dados sobre a performance dos produtos cadastrados na plataforma.

Deste modo, o lojista terá um entendimento muito maior e mais rápido da performance dos seus produtos, podendo adaptar e melhorar suas estratégias de acordo com o que é analisado e extraído de conhecimento.

Ainda não está muito claro quais serão as possibilidades de filtros para categorizar a performance, mas creio e confiando na competência da empresa, que teremos diversas e que cada uma delas agregará mais que a outra.

CONCLUSÃO

Gostei das atualizações que a Google trouxe para o mercado e principalmente para o setor de e-commerce global. Os lojistas que souberem explorar o melhor destes recursos, terão maior vantagem sobre aqueles que não souberem.

Como segurança e experiência do cliente são assuntos que nunca saem de moda, a empresa trouxe duas soluções que prometem melhorar muito os dois pontos cruciais para os lojistas.

Por fim, claro que não poderia faltar dados. A maior empresa de tecnologia do mundo investirá forte em análise de dados e extração de ideias e vantagem para os seus usuários. Todo esse recurso, se bem utilizado, será um game changer para o varejista.

Agora é esperar  e ver quando estes recursos estão publicamente disponíveis para todos. Acredito que não demorará muito!

Se você gostou, não esqueça de curtir e compartilhar esse artigo. Ajude o blog a continuar!

Se inscreva para se manter atualizado.

Contrate ou entre em contato aqui.